Regresso de férias: 5 razões por que as férias fazem bem

regresso de férias

Todos os anos é a mesma coisa: vou de férias a sentir-me derrotada e regresso de férias cheia de força. Que magia é essa, para além do óbvio, que me revitaliza? Especificamente, de onde vêm as forças para mais um ano?

Se nos deixarmos pensar naquilo que realmente nos energiza nas férias, talvez encontremos pistas para como melhorar a nossa vida. Pelo menos, essa é a esperança. Estás comigo?

How we spend our days is, of course, how we spend our lives

Annie Dillard

Regresso de férias: animador ou deprimente?

Eu acho sempre que me vou sentir super bem no segundo em que entrar de férias e isso nunca acontece. Por algum motivo, estou sempre com a cabeça ainda no que acabei de fazer e no que ainda está na minha to do list.

Da mesma forma, toda a gente vai repetindo que chegar ao fim das férias é deprimente e também nunca acontece. Tenho pena que cheguem ao fim, claro. Mas essa pena vem também com um gratidão pelo que vivi, com imensas ideias para o que quero mudar e com bastante energia para o regresso. Curioso, não é?

Li há tempos uma citação sobre o mês de Agosto, que para muitas de nós é um mês de férias. Dizia que Agosto era o Domingo dos meses. E, lá está, percebo a ideia. Mas depois na prática não é o que eu sinto. Talvez sejam os meus Domingos que estão errados, porque aí sim me sinto cansada, às vezes desmotivada e sem rumo, às vezes sob pressão. Mas os Agostos são meses muito bons para mim, calmos e ricos.

E, pensa comigo, se não houvesse regresso de férias, as férias não saberiam tão bem. Olha para a quantidade de herdeiros milionários infelizes.

Talvez se todas nos lembrarmos da importância das férias e do que aprendemos seja mais fácil aproveitá-las neste regresso de férias. E as férias são muito importantes mesmo. Digo eu e diz uma quantidade de estudos científicos.

5 razões por que as férias fazem bem (e o que podemos aproveitar no regresso de férias)

Se sentes que o regresso de férias te deixou desanimada, vê esta lista. São razões pelas quais o efeito das férias não termina com o regresso à rotina e como podes aproveitar essa energia.

1. As férias são uma quebra da rotina

Só isso já não é pouco. Quebrar a rotina é saudável (certamente também há estudos que concluem isto) e uma lufada de ar fresco na tua vida. É o que te permite voltar a encarar as tuas rotinas com um espírito crítico. É o que te permite agradecer por tudo o que tens e vives. E é também uma bela forma de garantir que não és um robot, mas um ser humano que faz escolhas.

Almost everything will work again if you unplug it for a few minutes… including you.

Anne Lamott

E há uma força muito própria que só se ganha no regresso a qualquer coisa.

2. As férias são uma boa altura para reflectir no que queres

A quebra na rotina, um período de menos stress e com mais tempo desocupado são os ingredientes ideais para uma auto-reflexão produtiva. Tens o tempo e muitas vezes tens o silêncio mental e os olhos frescos da distância. Consegues imaginar melhor: como é que seria? E se? E atreves-te a fazer perguntas que noutras alturas do ano nem te chegam a ocorrer.

3. Nas férias, apercebes-te mais facilmente do que não faz falta

Se vais de férias sem Internet, se calhar concluis que nem sentes assim tanta falta do scroll permanente. Se não vês as notícias, até pode ser que te sintas melhor. E se abdicas dos saltos altos, os teus pés vão notar a diferença. Seja o que for que deixes de fazer em férias, é provável que descubras algo de que, no reboliço do dia-a-dia, nem te tinhas apercebido que não te fazia falta.

4. As férias são uma boa forma de alargares os teus horizontes

Quer vás para a Costa Rica ou para a Costa da Caparica, vês e ouves e cheiras e sentes coisas diferentes. Pode ser que comas um peixe na grelha temperado como nunca te lembrarias de o fazer. Pode ser que oiças idiomas diferentes à tua volta. Ou que um café venha servido de uma forma a que não estás habituada. Podes deparar-te com pessoas que vivem de uma forma totalmente diferente. Ou pode ser simplesmente que descubras que um poeta famoso escreveu alguns dos seus poemas a olhar para o mesmo mar que visitas desde sempre.

Na luz de Lagos matinal e aberta / Na praça quadrada tão concisa e grega / Na brancura da cal tão veemente e directa / O meu país se invoca e se projecta

Sophia de Mello Breyner Andresen

5. Nas férias crias memórias que perduram

Não só nas férias, claro. Mas nas férias criam-se mais memórias por hora do que em muitos outros dias do ano, tenho a certeza. Porque estás mais relaxada, porque estás a fazer algo que te dá prazer, por que estás ao ar livre ou com pessoas importantes. Não descures essas memórias. São uma das tuas melhores fontes de energia para um novo ano de trabalho que começa.

E tu? Também sentes esta energia no regresso de férias? A que achas que se deve?

Também te pode interessar:

Regresso ao trabalho depois das férias: como sobreviver

5 vantagens de só ir de férias no fim de Agosto

Filmes sobre viagens para viajar sem sair do sítio

Também podes gostar

1 comment

  1. Muito obrigada Francisca, pela boa e vasta leitura que me tem propiciado.

    “Só não há tempo para admitir que há tempo para tudo”

    Grande abraço,
    Isabel Nunes

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.