O que fazer nas férias de Verão: 15 ideias originais

o que fazer nas férias de verão

Se és parecida comigo, todos os anos idealizas o que fazer nas férias de Verão. Faz parte da festa. Não tem de ser um plano muito estruturado, bastam algumas ideias soltas, às vezes até vagas, e a vontade de aproveitar bem as férias.

No meu caso, por vezes, tenho listas de livros que gostava de ler ou, se for em viagem, de locais a visitar. Outras vezes, não há lista nenhuma e tenho desejos de sensações: sentir a água do mar, o cheiro da relva molhada, estar relaxada.

Seja como for, aconselho muito que idealizes o que fazer nas férias de Verão. Porque só idealizar já te põe a cabecinha um passo mais perto das férias. Metade (ou mais!) do prazer está nesta antecipação boa. Mesmo quando fazes planos e mais planos, já sabendo que nunca conseguirias fazer tudo.

O que fazer nas férias de Verão?

Por isso, reuni algumas ideias para as tuas férias de Verão. A maior parte das ideias que reuni pode aplicar-se a diferentes tipos de férias. Sim, mesmo que seja uma staycation.

1. Organiza uma noite de jogos

Jogos de tabuleiro ou jogos de cartas, como antigamente. Três a cinco pessoas à volta de uma mesa, alguém que saiba as regras e alguém que discorde das regras, se não quase nem conta. Uno!

2. Cozinha qualquer coisa que não seja pão

Para desenjoar da quarentena. Algo mais fresco. Que tal um gaspacho ou um gelado de morango? Um sumo de frutos vermelhos básico? Mais importante do que o nível de dificuldade é mexer na comida com as mãos e prepará-la.

3. Marie Konda o teu telemóvel

Os emails daquela app que descarregaste e nunca usaste? Aqueles screenshots que não saberias contextualizar nem sob ameaça com arma branca? Tens tempo, faz uma limpeza. É uma forma de liberdade também.

4. Aprende alguma coisa nova

Faz um curso online ou lê um livro. Pede à tua mãe para te ir ensinando francês (ou espanhol, ou o que seja). Testa uma nova receita. Deixa o teu namorado/marido ensinar-te alguma coisa (a tónica aqui é no “deixa”).

5. Faz um picnic

Mesmo a sério. Com cesto, claro. E, se possível, com uma toalha daquelas de quadradinhos vichy. Leva tudo a que tens direito, ou seja, muito mais do que é preciso. Sandes pode ser, mas scones seria muito mais engraçado. Pontos bónus: salmão fumado.

6. Anda de bicicleta

Isso mesmo. Com o vento na cara, sem medo (mas com precauções, claro). A usar o teu corpo, que só lhe faz bem, a andar ao ar livre, a ver o mundo, nem que seja só a tua rua, de outra perspectiva. Para a maior parte de nós, a bicicleta não é um meio de transporte. É só um objecto associado à infância e ao lazer.

7. Lê um livro numa língua estrangeira

Por exemplo, este. Ou este. Seja como for, ler numa língua estrangeira, nem que seja uma revista, faz bem ao teu cérebro. E, sem querer parecer prémio de consolação, pode sem dúvida ser uma forma de viajar sem sair do sítio.

8. Vê o mar

Pelo menos isso! Não sei quanto a ti, mas o mar dá-me vida. Com os anos, tenho descoberto que aquilo de que gosto mesmo na praia, mais do que estar à torreira do sol às 3h da tarde, é do mar: o cheiro e o barulho do mar, andar a pé à beira-mar e aquele azul todo.

Lê também: 7 coisas que adoro nas férias de praia

9. Anda descalça

Pode ser em casa. Pode ser na relva. Pode ser na areia. Mas é uma forma de estimular os sentidos e de te sentires criança. (Já agora, se tens crianças, cuidado para não pisares uma peça de Lego, que lá se vai a alegria). Se puderes e/ou quiseres, não uses saltos altos. Pés na terra, tem outras implicações.

10. Vê um filme pela primeira vez

Não, não estou a falar de séries. Nem de um filme que tenhas visto há muito tempo e já nem te lembras bem. Vê um filme que nunca viste. De preferência, com mais diálogos do que explosões.

11. Sai da rotina

Lê um jornal que nunca compraste. Usa a tua mão não dominante. Escreve uma carta com papel e caneta. Não comas pão. Passa mais tempo em pé (ou deitada) do que sentada. Janta mais tarde, ou mais cedo. Não vejas Netflix. Não uses relógio. Se fazes exercício todos os dias, pára. Se quase nunca fazes, faz.

12. Fica 48 horas sem redes sociais

Acredita que ninguém vai morrer. Não vais perder nenhuma informação crítica para a tua sobrevivência. As férias são uma boa oportunidade para estes detoxs que vemos recomendados com tanta frequência online (a ironia). Não acho que as redes sociais tenham de ser um papão, mas acho que todas beneficiaríamos de ter o dedo menos habituado a clicar no ícone do Instagram.

13. Pega em papel e caneta e descreve um sonho

Papel e caneta é diferente, é mais orgânico, se é que esta palavra se aplica aqui. Senta-te num sítio calmo e pensa em algo que gostasses que acontecesse nos próximos meses. Só UMA coisa. Descreve-a em tanto pormenor quanto consigas. Como dizem na culinária, reserva.

14. Faz uma coisa que não fazias há muito tempo

Bónus: faz uma coisa que não fazes desde que eras criança. Algumas ideias soltas: comer um gelado Epá, ir à missa, fazer o pino (dentro de água ou fora), ir a correr até ao mar, acordar ao meio-dia, tranças no cabelo, usar a palavra “fixe”, fazer uma sesta.

15. Envia um postal

Nem que seja digital (mas reconheces que era mais giro se não fosse, certo?). Perde tempo a pensar em alguém, encontra uma imagem que se relacione com as tuas férias e escreve as palavras que acompanham. Fala sobre as tuas férias. Pergunta pelas da outra pessoa. Os básicos.

 

 


E tu? Que ideias ou planos tens para este Verão?


Também te pode interessar:

Os melhores livros para rir muito perfeitos para relaxar

Desenvolvimento pessoal: 50 ideias para te inspirar

Também podes gostar

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.