O melhor de 2023: 50 coisas boas do meu ano

o melhor de 2023

Inspirada pelas partilhas do Austin Kleon (aqui), este ano repliquei o que fiz o ano passado: uma lista do melhor de 2023, o meu 2023. Gosto da ideia de ser ambiciosa nisto. Uma lista grande, mesmo para incentivar uma pessoa a lembrar-se só de coisas boas. E sendo tão detalhada quanto possível.

Certamente existem muitas mais, mas o início (e o meio) do ano passado parecem tão distantes, que dá uma preguiça recordar tudo assim de repente. Está mais fresco o mês de Dezembro. Para o ano, a ver se me organizo e construo a lista ao longo do ano para saírem 100 itens.

Então vamos lá.

O melhor de 2023: 50 coisas boas do meu ano

  1. Renovar o guarda-roupa com menos peças de maior qualidade
  2. Eliminar obrigações auto-impostas que não me estavam a ajudar (escrever no diário, ler 50 livros…)
  3. 30 livros lidos, dos quais alguns novos preferidos: “Leme“, “Notes of a Native Son“, “Slouching Towards Bethlehem
  4. 7 novos posts no blog
  5. Várias newsletters mensais enviadas (obrigada às 2000 pessoas que as lêem! Se ainda não subscreveste, clica aqui)
  6. Andar a pé de manhã, bem cedinho, sempre que possível
  7. Criar playlists no Spotify
  8. A minha filha aprender a ler
  9. O meu filho descobrir que adora jogar futebol
  10. Criar uma rotina matinal para recuperar a altura mágica do início da manhã
  11. Contornar as minhas tendências underbuyer: substituir torneiras, comprar copos mais bonitos
  12. Dizer mais vezes o que quero (e ser recompensada)
  13. Repensar o meu guarda-roupa e vender roupa em bom estado mas que não se encaixa na minha vida e estilo actualmente
  14. Aperfeiçoar a minha receita de tiramisu
  15. Fazer 36 anos e continuar a ver o copo meio cheio
  16. Aprender e rir-me tanto com os meus filhos de 4 e 6 anos
  17. Uma nova sobrinha
  18. Comprar castanhas
  19. A última temporada de “Workin’ Moms” e de “The Crown”
  20. Comprar fruta boa na mercearia do bairro
  21. Estar presente nas festas do colégio
  22. Concertos: Jamie Cullum, Salvador Sobral, Miguel Araújo e António Zambujo…
  23. Definir objectivos ambiciosos, mas divertidos
  24. Beber uma imperial e descontrair de uma semana de trabalho
  25. Voltar aos Açores e ficar a conhecer as maravilhosas ilhas das Flores e S. Jorge
  26. Perder um bebé mas manter a esperança
  27. Treinar com um PT
  28. Aprender a fazer sopas mais saborosas
  29. Renovar a minha roupa interior
  30. Treinar a criar limites/fronteiras para o trabalho
  31. Reler coisas que o meu Avô escreveu
  32. Ir ao cinema em família
  33. Arranjar algum tempo para a minha família e amigos
  34. Conhecer melhor a história da minha família
  35. Habituar-me a lidar com cabelos brancos
  36. Redescobrir a alegria em ir à missa ao Domingo
  37. Comprar em batches: roupa de criança, coisas para a casa
  38. Fazer listas
  39. Dançar enquanto me arranjo
  40. Atirar dinheiro a certos problemas (por exemplo, presentes de Natal atrasados)
  41. 3 semanas inteiras na praia
  42. Encomendar peixe fresco para entrega em casa
  43. Fada dos Dentes e Pai Natal
  44. Ficar a ler no café ao Sábado de manhã durante as aulas de natação
  45. Vestir os miúdos a condizer em dias de festa
  46. Ver o Sozinho em Casa com eles em Dezembro
  47. Rever o vídeo do nosso casamento
  48. Podcasts
  49. Ir às Amoreiras tratar de 2-3 assuntos, não mais de 5
  50. Um copo de vinho tinto


E tu? Quais foram as coisas boas do teu 2023?


.

Também te pode interessar:

O melhor de 2022: 75 coisas boas do meu ano

Também podes gostar

Leave a Reply

You have to agree to the comment policy.